UM MÊS DE POESIA 04 de Novembro 2021

Escolha poética de Maria João Carrega
Enfermeira do Centro de Saúde de Tavira
foto de Lucia Medeiros

DE LA MUSIQUE

Ah, pouco a pouco, entre as árvores antigas,
A figura dela emerge e eu deixo de pensar…

Pouco a pouco, da angústia de mim vou eu mesmo emergindo…

As duas figuras encontram-se na clareira ao pé do lago…

…As duas figuras sonhadas,
Porque isto foi só um raio de luar e uma tristeza minha.
E uma suposição de outra coisa,
E o resultado de existir…

Verdadeiramente, ter-se-iam encontrado as duas figuras
Na clareira ao pé do lago?

(…Mas se não existem?…)

… Na clareira ao pé do lago?…

17-9-1929 Poesias de Álvaro de Campos. Fernando Pessoa.
Lisboa: Ática, 1944 (imp. 1993).  – 283.

%d bloggers like this: