MISTÉRIOS DE LISBOA . WHAT THE TOURIST SHOULD SEE / MISTERIES OF LISBON . WHAT THE TOURIST SHOULD SEE

SAB 15 out | 19h00 | Casa Álvaro de Campos | R. Galeria 9 C |  8800-329 Tavira

A Casa Álvaro de Campos apresenta

Mistérios De Lisboa – What The Tourist Should See

Filme de José Fonseca e Costa, roteiro de Fernando Pessoa

O filme anunciado mas que infelizmente não pode ser projetado na Casa Álvaro de Campos nesse dia pode ser visto aqui:

Em 1925 Fernando Pessoa escreveu um Guia Turístico para os visitantes de Lisboa dos seus dias. What the Tourist Should See. O guia nunca foi publicado durante sua vida. Foi descoberto em 1988. Foi escrito em inglês, datado e assinado por sua própria mão. Este filme é um tribute a Fernando Pessoa. Este retrato de sua cidade natal foi construído não apenas com excertos desse Guia, mas também com poemas escolhidos de um de seus heterónimos: Álvaro de Campos.

José Fonseca e Costa

“Sobre sete Colinas, com muitos pontos de observação desde os quais se pode usufruir de magníficos panoramas, onde se espalha a vasta, irregular e colorida massa do casario. Para o viajante que chega por mar, mesmo ainda à distância, Lisboa ergue-se como uma visão de sonho. Recortada sobre um vasto céu azul que o sol alegra com ouro… E as cúpulas, os monumentos, o castelo que se vê apontar da massa de casario… que se aninha bravamente pelas colinas acima. Essa é Lisboa.”

In What the Tourist should See, Fernando Pessoa

Contato: alvarodecampos09@gmail.com

A Casa Álvaro de Campos apresenta

Misteries Of Lisbon – What The Tourist Should See

Filme by José Fonseca e Costa, script de Fernando Pessoa

In 1925 Fernando Pessoa wrote a tourist guide for Lisbon visitors of those days, and named it: What the Tourist Should See. The guide was never published during his lifetime. It was discovered late in 1988. It was written in English, dated and signed by his own hand. This film is a tribute to Fernando Pessoa. This portrait of his home town has been built not only with excerpts of the Guide he wrote, but also with chosen poems by one of his heteronyms, Álvaro de Campos.

José Fonseca e Costa

“Over seven hills, with several points of observation from which magnificent panoramas can be enjoyed, the vast, irregular and many coloured mass of houses that constitute Lisbon is scattered. For the traveller who comes in from the sea,  Lisbon even from afar, rises like a fair vision in a dream. Clear cut against the great blue sky which the sun gladdens with gold…. And the domes, the monuments, the old castle above the mass of houses … that cluster bravely over the hills. That is Lisbon.”

In What the Tourist should See, Fernando Pessoa

Contact: alvarodecampos09@gmail.com

4-logos-vertical

logo-casa-alvaro-de-campos  logo-partilha-alternativa-fundo-preto